31 de maio é o dia Mundial Sem Tabaco

Um levantamento realizado no começo deste ano pelo Instituto Nacional de Câncer dos Estados Unidos e pela Organização Mundial da Saúde (OMS) aponta que oito milhões de pessoas morrerão até 2030 em decorrência de doenças causadas pelo fumo. Mais de 80% dessas mortes evitáveis atingirão a população de países de baixa e média rendas. Estes números impressionantes, juntamente dos riscos causados pelo tabagismo e políticas públicas para a redução do consumo de tabaco, são alguns dos principais assuntos a serem abordados pelo Dia Mundial Sem Tabaco, que é celebrado todo dia 31 de maio.

Com o tema “Tabagismo – uma ameaça para o desenvolvimento”, o dia criado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), procura incitar debates para demonstrar a amplitude da ameaça que a indústria do tabaco representa para o desenvolvimento sustentável de todos os países.

Neste dia 31, a OMS solicita que os países priorizem e acelerem esforços para o controle do tabagismo como parte de suas responsabilidades para a Agenda 2030 de Desenvolvimento Sustentável. O controle do tabagismo é visto como uma forma efetiva para alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) para reduzir em um terço as mortes prematuras causadas por doenças crônicas não-transmissíveis (DCNTs) globalmente até 2030, incluindo doenças cardiovasculares, câncer e doença pulmonar obstrutiva crônica.