Novo seguro para motos chega ao mercado

A HDI Seguros anunciou a entrada em um novo ramo e lançou o produto HDI Moto. A escolha pelo lançamento de um seguro para moto passa pelo grande potencial de exploração do produto no Brasil. Só em 2016, segundo a Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo), foram vendidas 887 mil unidades, totalizando 23 milhões de motos em circulação no país.

“Enxergamos no HDI Moto um produto bem completo e que é estratégico para a companhia, que já figura entre as líderes no ramo de auto. Por ser um produto voltado para motos acima de 500 cilindradas, nosso principal objetivo é atender o segmento de motociclismo para hobby e lazer, visto que muitos condutores ainda não possuem seguro”, afirma O diretor de Automóveis e Massificados, Marcelo Moura.

O produto oferecerá cobertura para danos parciais ou indenização integral por colisão, incêndio e roubo/furto, sendo que a cobertura de casco será extensiva ao Mercosul. Quanto as assistências, o segurado poderá contar com serviços exclusivos, como lavagem e higienização, inclusão do veículo no CNVR e despachante. Caso o cliente queira, poderá contratar a cobertura adicional de Reposição de Indumentária de Proteção, que compreende o capacete, macacão, bota e jaqueta.

A seguradora analisou que há um potencial elevado para o produto em algumas regiões específicas.

“A moto é meio de locomoção para milhões de brasileiros e meio de lazer para outros, portanto, o seguro torna-se um item importante para proteção do bem. Entendemos que o estado de São Paulo, com mais de 5 milhões de unidades em circulação, e a região Sul serão os principais pontos de venda do produto”, avalia o diretor da companhia.

Com o objetivo de ampliar sua participação no setor de seguros, a companhia planeja diversificar o portfólio em 2017 com novos produtos e novidades dentro dos seguros já comercializados pela companhia. A seguradora enxerga nessas ações a possibilidade de atingir bons resultados financeiros ao mesmo tempo em que propicia ao corretor novas opções de negócios frente ao período de crise.

 

Revista Apólice

Notícias relacionadas