Como proceder em caso de sinistro com seu veículo?

O sinistro é alguma situação como: colisão, furto e roubo e, está previsto no contrato da apólice de seguro. Mas quando situações como essa acontecem os segurados ficam em dúvida de como proceder.

Mesmo sabendo que tem direitos e podem recorrer a seguradora, muitos tem dúvidas de quais providências tomar. Boletim de ocorrência, aviso de sinistro, respaldos da seguradora, são inúmeras coisas com que se preocupar. Mas, é mais simples do que parece. Por isso, vamos te ajudar!

Sinistro: se acontecer, quais são os passos?

No geral, as seguradoras têm um número de telefone local gratuito para solicitação de assistência e aviso de sinistro. Em todo e qualquer tipo de acidente, é importante que a seguradora seja avisada. Por isso, por mais que em sua avaliação seja algo pequeno e desnecessário, entre em contato com o seguro.

Veja a seguir os passos necessários a seguir em casos de colisão, furto e roubo:

1º passo: Boletim de ocorrência

O primeiro passo é sempre realizar o boletim de ocorrência, pois você precisará dele, posteriormente, para os processos na seguradora. Veja como proceder:

  • Roubo ou furto do veículo: nesses casos você deve fazer o registro em uma delegacia;
  • Batida: em casos de batida, que houver envolvimento de outros veículos ou de pessoas, você precisa solicitar a presença de um policial para elaboração do Boletim de Ocorrência (BO). Pois, quando o acidente envolver ferimentos em pessoas ou danos a bens de terceiros, esse procedimento é obrigatório;
  • Acidente em vias urbanas: nesse caso você deve procurar a Delegacia de Polícia Civil mais próxima do local;
  • Acidente na estrada: nesse caso você deve procurar a Polícia Rodoviária (federal ou estadual).

É importante que você comunique a autoridade policial o mais rápido possível e registre um Boletim de Ocorrência. Anotar o endereço e nome de algumas testemunhas, presentes no local, pode ajudar.

2º passo: Aviso de Sinistro

Muitos acabam fazendo o inverso, mas a seguradora deve ser a segunda a ser avisada. Após registro do Boletim de ocorrência, é preciso comunicar o sinistro à seguradora o mais rápido possível.

A ocorrência de um dano, roubo do carro ou de prejuízo a terceiros devem ser comunicadas ao seu corretor ou à seguradora responsável por sua apólice. Para isso, você deve fazer uma descrição do que aconteceu, para assim ser orientado sobre como proceder.

Veja algumas exigências e prazo da seguradora:

  • Documentação necessária para dar andamento ao registro: documento do carro, cópias do RG, CPF, CNH, Boletim de Ocorrência, entre outros documentos exigidos pela seguradora;
  • Prazo máximo para análise e indenização pela seguradora: seja o conserto do seu carro ou pagamento de indenização, o prazo é sempre de 30 dias. Mas, esse prazo só é validado após a entrega de todos os documentos necessários;
  • Apresentação de testemunhas:  seguradora não poderá exigir testemunhas para a comprovação do sinistro. Mas, caso tenha pessoas que desejam colaborar é importante apresentá-las.
  • Cobertura da seguradora: a cobertura varia de acordo com o plano, mas alguns dos benefícios mais comuns são: socorro mecânico para reparo do veículo no local; guincho para rebocar o carro para a oficina; auxílio em caso de falta de combustível; chaveiro; troca de pneus; entre outros.

Agora que você já sabe como proceder, siga os passos!

Post a Comment